Conectar o coração

30.3.18


É de certo modo bastante discutida a questão que brevemente trago. Muitas matérias pela rede já demonstram algumas consequências sobre o vício de não tirar o nariz de uma fria tela de Smartphone, celular ou desktop, como queiram.

Até problemas na coluna estamos adquirindo, tendo como causa, as "cabeças baixas". Isso acontece por conta dos 27 quilos de força exercida no pescoço, considerando o ângulo comum a quem visualiza a tela.

Enquanto isso, lamentamos. Se não há tantos problemas, nós o achamos. Pior se for apenas mais um pequeno requinte destes diversos, feitos para distrair olhares já tão distantes uns dos outros.

Tudo para não perder o contato com um mundo dito sem fronteiras.

Podemos considerar uma certa razão a quem afirma assim, mas existe uma divisão que nem todos estão visualizando.

Mas prezamos pelo otimismo.

Se o conteúdo é de qualidade superior, e vem a ser enriquecedor para tantos espíritos com fome do saber, muito bem. Basta observar a postura correta para evitar lesões e ir em frente. Afinal, não há como interromper um ciclo natural.

Os detalhes começam aqui. Há como nos aperfeiçoarmos em tudo.

Esse aperfeiçoamento passa justamente no ir em frente. Neste olhar além do alcance ditado por algoritmos turbinados pelo cartão de crédito.

Não deixando de se reconhecer na engrenagem social e na importância natural da vida em sociedade, sem intermediações G3, G4 e tantas outras a surgir, mas sim, olho no olho.

Não deixemos que aquela telinha açucarada, colorida e movida a wi-fi, seja nossa linha do tempo. Correremos o risco de nos assustarmos quando o real se fizer presente.

Se bem que o ser humano parece gostar de tratamentos de choque.

Lágrimas para só depois reconhecer, o amor.

E olha que pode dar tela azul se eu disser que mesmo a dor, é puro amor.



Você poderá gostar também

0 comentários

Apoie o blog Unalome

O blog Unalome Fotografia e Evolução é um projeto independente, que busca trazer muito mais do que conteúdo de qualidade e original para seus visitantes, mas um olhar sereno e sério sobre novas formas de interação. Para isso, conta com uma estrutura mantenedora de cada ação presente em suas páginas, que vão da hospedagem até a criação de conteúdo, inclusive da comunicação visual. Se quiser contribuir financeiramente, doe qualquer valor. Ajude a manter o projeto ativo. Obrigado!

Unalome no Google Plus