Miopia na infância – O cuidado com os futuros fotógrafos

18.10.17


A miopia é um problema de visão, que costuma ter início na infância ou no começo da adolescência e consiste basicamente na dificuldade em enxergar objetos distantes.

Numa sociedade que segue se transformando ano após ano e num ritmo cada vez mais rápido, presenciamos novas atitudes relacionadas à evolução tecnológica e interações sociais.

Estas atitudes por sua vez começam a serem mais especificamente estudadas, sendo tratadas como possíveis causas de miopia e sua progressão em crianças e adolescentes.

Alguns dados atuais demonstram, que cidades do leste da Ásia estão com alta prevalência de patologias que afetam a visão, associadas à alta miopia. Esta prevalência parece estar ligada a questões como aumento de pressão educacional e mudanças no estilo de vida da população, reduzindo o tempo das crianças em ambiente externo.

E não é somente no leste da Ásia, como também em outras partes do mundo que tais mudanças ocorrem sendo igualmente sentidas, porém em menor intensidade.

Há estudos demonstrando existir uma relação hereditária para miopia, o que não significa dizer com cem por cento de precisão, serem relações genéticas. Pois hereditariedade e genética quando se trata de doenças, são coisas distintas. Por isso, os dados atuais ainda não são capazes de comprovar com absoluta certeza, sendo apenas uma possibilidade. O que se sabe é que existem sim genes associados à alta miopia.

O fato aqui é demonstrar que mesmo não se tendo uma constatação mais precisa e definitiva sobre a miopia, os dados existentes sugerem que o aumento do tempo passado ao ar livre, e um controle no excesso de exposição a telas eletrônicas podem sim auxiliar na prevenção da miopia. Isto porque o esforço visual para perto provoca a miopia acomodativa – aquela que proporciona dificuldade temporária de se enxergar à distância devido ao stress da musculatura ciliar.

Por isso torna-se fundamental o bom-senso no cuidado, no trato com toda a onda de mudanças que se verifica atualmente, principalmente alcançando as crianças. É recomendado descansos de 15 a 30 minutos a cada hora de uso do computador e similares, sob risco de caso não seja alterada esta rotina, ter aquela miopia acomodativa, transformada para permanente.

Vale também observar que as consequências vão muito além da simples utilização de óculos, lentes de contato e idas frequentes ao oftalmologista. Pois acarretam na somatória de todos os casos, processos de alta responsabilidade coletiva, com sintomas inclusive econômicos e sociais.

Vale a pena cuidar!

Você poderá gostar também

0 comentários

Comunidade no Facebook

Unalome no Google Plus