Não seja teimoso, faça Backup

18.6.17

Trago de uma maneira breve, um assunto batido, mas que eu precisei passar na pele a desagradável sensação de tê-lo subestimado. O famigerado backup.

Havia feito dois ensaios em um, posso dizer assim.

A oportunidade foi a de clicar duas modelos lindas, com maquiagem profissional em um bom local e espaço. Foi mais um dia de aprendizado, aprimoramento e trabalho, que ao final teve o cartão SD praticamente ocupado por ótimas sequências.

Trabalho realizado em sua primeira etapa. O próximo passo após um merecido descanso, foi se organizar - como um bom virginiano que sou - para o pós-processamento.

Para quem não sabe como é um virginiano se organizando, vale dizer resumidamente, tratar-se de um processo que pode levar um tempo mais ou menos considerável, caso você seja um pouco apressado rs.

No início tudo certo. A satisfação se fez presente ao verificar em tela, o resultado das inúmeras fotografias e suas várias composições. Comecei o tratamento, com toda uma sequência técnica sendo aplicada, além de outros detalhes finos, pessoais, típicos de fotógrafos.

Assim foi sendo feito. Mas eu tinha a terrível mania de deixar o cartão acoplado ao computador, sem me importar em retirá-lo. Isso significa que estava trabalhando com o espaço do cartão SD e não com os arquivos no disco rígido.

Eu simplesmente pegava as fotos escolhidas pelo pós-processamento e importava apenas as “sorteadas”. Não importei todas como é o correto. O software inclusive cria uma pasta automaticamente, salvando todas para você.

Olha a loucura. O programa faz o processo justamente para você não correr riscos de perder os arquivos.

Belo dia eu retirei o cartão e deletei seu conteúdo, para ser usado novamente. Normal.

O problema foi que eu fiz isso, na certeza de que tinha sido realizada a importação de todas as fotos para esta pasta. Mas como disse, subestimei a ação de backup e fui traído de forma grosseira por ela.

Hoje, a primeira coisa que faço é transferir todos os arquivos do cartão SD para a bendita pasta no computador, para só após deletar os arquivos com vistas a uma nova utilização na câmera fotográfica.

Bem, era isso. Do ensaio fiquei apenas com uma fração de todo o trabalho e as modelos? Bom, eu nunca mais as vi nem consegui contato.

Faça B A C K U P

Luiz Alberto Portes
Fotografo - Unalome Fotografia e Evolução
(41) 99632-4873 / 3029-5566

Você poderá gostar também

0 comentários

Comunidade no Facebook

Unalome no Google Plus