A força da razão

9.2.17


Que é o Espírito?

Resposta: O princípio inteligente do Universo.

Pergunta de número 23 do Livro dos Espíritos.

O primeiro livro sobre a Doutrina Espírita, codificada pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, sob o pseudônimo Allan Kardec.

Tenho fé no progresso. Tenho fé na sua inevitável presença, em tudo o que nos cerca.

Acredito nas escalas evolutivas e estas, em sintonia com a justiça universal.

Elaborada por uma inteligência ainda inalcançável por nós, devido justamente ao absoluto equilíbrio que rege o cosmos.

E não me sinto diminuído, injustiçado ou mesmo esquecido por um Deus que insistiram em pintar aos meus olhos, como sendo algo que se pudesse resumir em livros ditos sagrados. Pelo contrário.

É uma motivação poder trilhar o meu caminho, ter minhas experiências, fortalecer minha mente e passo a passo, crescer na companhia espiritual de uma incontável legião de irmãos do espaço.

Quando digo espaço, estou contando este nosso atual.

Este mesmo, materializado ainda em demasia, mas não menos instrutivo, na medida adequada ao nosso atual momento.

A fé raciocinada que tanto necessitamos, nos proporciona o entendimento de tudo o que nos rodeia. Desde um acontecimento tido como fortuito ou trágico, ao sutil exercício de entender o significado de um dia a mais e o recomeçar eterno.


A perfeição existe e será alcançada

Mas ela não é da forma como imaginamos. Um reduto exclusivo e inerte.

Quando lá chegarmos, olharemos para trás e nosso coração terá a certeza do quanto necessitamos ainda crescer. Então pediremos para voltar em auxílio e descobriremos que no universo a perfeição está em tudo, sempre esteve.

Se perguntam onde há razão nisso tudo, olho para o céu estrelado e me sinto conclamado a avançar sempre, cada vez mais consciente e capacitado para infinitas trajetórias dimensionais.

Hoje faço isso com alguns rabiscos em textos despretensiosos.


Paz.


Você poderá gostar também

0 comentários

Comunidade no Facebook

Unalome no Google Plus